Como Estimular a Resiliência Infantil

Definição de Resiliência

Estudiosos norte-americanos escreveram um livro, sobre como educar os filhos de uma maneira, que eles possam enfrentar seus problemas sozinhos durante toda sua vida. Estimular a resiliência das crianças,estando ao mesmo tempo, sempre presente na educação da criança é uma atitude indicada por todos os profissionais, da área de educação infantil. A palavra resiliência pode ser definida literalmente, como a propriedade que alguns corpos apresentam de retornar a posição que tinham anteriormente, depois se se submeterm a algum processo de deformação. A psicologia utiliza esse termo, para valorizar a capacidade das pessoas de enfrentarem seus problemas, superá-los, resistindo às situações estressantes ou adversas. Porém alguns pais que superprotegem seus filhos, poupando-os de problemas ao invés de ensiná-los a enfrentá-los, acabam contribuindo para a formação de adultos fracos e inseguros, quando tem de lidar sozinhos com suas dificuldades.

Como Estimular a Resiliência Infantil

Dando Suporte a Independência dos Filhos

Especialistas construíram um guia de orientação aos pais,para que promovam a independência assistida dos filhos, explicando as crianças que seus pais os amam incondicionalmente, porém não podem evitar que eles enfrentem dificuldades ou situações estressantes. Algumas técnicas foram elaboradas para ajudá-los a prepararem a criança para a vida, dentre algumas: Estabelecimento de Confiança, através do reconhecimento sempre que o filho fizer uma tarefa bem feita; Competência, auxiliando as crinças a descobrirem seus talentos, incentivando decisões e reconhecendo suas competências,sem comparações; Caráter, através da demonstração da importância de se viver em sociedade, evitando comentários preconceituosos;Contribuição, criando oportunidades, para que as crianças contribuam de alguma forma com pessoas necessitadas; Estímulo a Competição Positiva,demonstrando modos de competição na vida do filho,e entendendo que eles necessitam passar por dificuldades para aprenderem a lidar com elas; Controle de situações, ensinando às crianças que a maioria dos acontecimentos serão resultados de suas escolhas e atitudes.

Jogos

Participação da Família no Processo

Quando há uma estrutura familiar saudável, o estímulo a resiliência se dá de maneira mais fácil, pois a educação se baseia naturalmente na aprendizagem do respeito às regras, e do enfrentamento das adversidades. Desde a tenra idade, a criança é naturalmente ansiosa, pois demora um pouco a aprender que terá uma pessoa, que irá suprir suas demandas. Por volta do quinto mês de vida, o bebê já entende que pode conseguir o que deseja, mas terá que esperar em alguns momentos, sendo nesse período que a criança irá desenvolver a capacidade de resiliência. Os especialistas ressaltam que os pais devem servir como modelos, demonstrando confiança, integridade e boa autoestima, uma vez que são responsáveis, em transformar seus filhos em adultos, apoiando o que eles sentem e não diminuindo seus medos. Quando por exemplo, a criança tem medo do escuro, os pais devem compreender esse sentimento, contar que também tem esse medo,e que estará lá para apoiá-la. Essa atitude, faz com que a criança se sinta segura para expressar suas emoções e enfrentar seus medos.

Dinamicas

Orientações dos Profissionais

Os especialistas orientam que existe algumas situações cotidianas, em que os pais podem estimular a resiliência dos filhos, como por exemplo os jogos familiares. Não há vantagem em fazer com que as crianças ganhem sempre, criando a falsa impressão de que não se perde nada na vida. A convivência com as frustações é essencial para o crescimento do ser humano. Por isso é importante explicar ao filho, que ele não vai poder ter sempre tudo que quer, mostrando-lhe a importância de se fazer escolhas. A criação da resiliência é um trabalho que é construído dia após dia, para que surta o efeito desejado.

Salete Dias

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Comportamento

Artigos Relacionados


Artigos populares

Comentários

  • Importante a temática explorada

    Elsa 22 de abril de 2015 9:54

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *