O Que é a Ressaca?

A ressaca é um mal estar que surge um dia depois da ingestão exagerada de álcool. Este excesso de álcool no organismo produz uma inflamação equivalente no aparelho digestivo que provoca uma série de problemas como náuseas, dores de cabeça, vômitos, sintomas comuns que todas as pessoas sentem ao estar de ressaca.

Os sintomas que acompanham a ressaca, nada mais são do que uma resposta do organismo a um tipo de agressão sofrido, o excesso de álcool, porém em geral todos os sintomas costumam desaparecer em no máximo 24 horas.

Ressaca

Ressaca

O álcool normalmente costuma ser metabolizado através do fígado e eliminado pelo organismo, se utilizando do açúcar. Quando a pessoa bebe demais, o gasto aumentado de energia costuma deixar o indivíduo mais fraco e mais sonolento. A ingestão de etanol também possui o poder de inibir a produção dos hormônios antidiurético, o que geram uma leve desidratação o que poderá agravar a ressaca.

Os sintomas certamente são inconfundíveis, a cabeça pesa como se estivesse uma bola de boliche dentro dela, e ainda sendo apertada por um círculo de ferro, daqueles utilizados em torturas medievais. A dor acontece principalmente na nuca, nas têmporas e na testa. A luz do sol fere os olhos e qualquer barulho parece que retumba dentro de nossa cabeça. Na boca temos um gosto amargo, que é vulgarmente chamado “gosto de cabo de guarda chuvas”. No outro dia que bebemos certamente não queremos fazer nada, apenas fechar os olhos e ficar quietos, deixando assim o tempo passar. É um mal estar generalizado que acontece com todo mundo, algumas pessoas são mais resistentes e este problema acontece só de vez em quando.

Imagem de Amostra do You Tube

Afinal de Contas o Que é a Ressaca?

A ressaca nada mais é do que uma crise de abstinência, que como qualquer outra bebida ou algum alimento específico o álcool é metabolizado distribuído pelas correntes sanguíneas para todas as células de nosso corpo. A sensação de embriaguez e relaxamento acontece quando ele chega ao cérebro. Este é o momento que ocorre uma chamada intoxicação, o corpo faz uma série de esforços para dar conta das doses excessivas porém não dá certo. O que mais trabalha neste momento é o fígado, este que precisa produzir uma série de enzimas para o absorver. Além de o transformar em gordura e o secretar através da bile. Quando este trabalho acaba, o fígado tem uma espécie de depressão, o que desorganiza temporariamente todo o metabolismo. O sistema nervoso também foi acelerado e tem uma reação bastante parecida. Com isto temos como resultados uma queda de força muscular, dores terríveis de cabeça, diarreia e um grande cansaço.

Consequências do Alcool

Consequências do Alcool

Ardência No Estômago é Um Sintoma da Ressaca?

Estas dores podem também ser associadas ao excesso de bebida, principalmente destilados, como cachaça, uísque, vodca, entre outros. O álcool quando consumido em excesso agride as paredes estomacais e o esôfago. Dependendo da gravidade das lesões, elas precisam até mesmo ser tratadas com medicamentos.

Existem Tipos de Ressacas? Uma Pode Ser Maior do Que a Outra?

Quanto maior o teor alcoólico, maior será a probabilidade de acontecer uma intoxicação e a ressaca. As bebidas destiladas por exemplo, tendem a entrar com uma maior facilidade na corrente sanguínea do que as que são fermentadas. Por este motivo são muito mais perigosas.

O Mal Estar Que Se Sente Poderá Estar Relacionado á Quantidade de Bebidas?

Que a ressaca é sempre provocada por grandes quantidades de álcool é verdade, porém é o corpo que poderá determinar todos os limites. Para quem não sabe onde parar, o excesso poderá até mesmo ser uma única dose. As pessoas que estão mais acostumadas a beber são mais resistentes. O fígado destas pessoas está mais treinado, produzindo enzimas suficientes porém quando bebem além do seu limite não se livram também da ressaca, que é sentida por todo mundo.

Existe Uma Forma de Se Evitar a Ressaca?

Primeiro, é possível não ter ressaca se você não beber, se você não sabe beber, não beba, pois certamente irá ter mal estar posteriormente, se beber procure respeitar seus limites. Aumentando assim a tolerância fazendo o álcool entrar muito mais lentamente na corrente sanguínea, a forma de se fazer isto é comer bem antes e enquanto estiver bebendo que ajuda bastante.

Várias Pessoas Recomendam Uma Colher de Azeite de Oliva Antes de Beber. Isto é Algo Com Fundamento?

O azeite certamente é um alimento e por este motivo ajuda a evitar uma rápida entrada de álcool no sangue, apesar disso se tomado puro poderá provocar um enjoo. A melhor forma de o utilizar é como tempero de saladas de batatas, um carboidrato que ajuda bastante a processar a bebida, portanto se for para a balada, não dispense aquelas batatinhas fritas.

Tomar Água Ajuda a Evitar Sintomas Desagradáveis?

Quando mais água se consumir melhor, antes, depois e depois de beber. A água além de hidratar dilui o álcool reduzindo as chances de se ter uma intoxicação. O que deverá facilitar bastante o trabalho do fígado e dos rins, eliminando de forma rápida os resíduos tóxicos que estiverem presentes em seu organismo.

Um Copo de Cerveja Poderá Ajudar a Curar a Ressaca?

A ressaca é a chamada síndrome de abstinência de álcool, e aquela cervejinha para rebater, entre outras receitas como por exemplo a bool mary, que é vodca com suco de tomate ou gim tônica poderão ajudar sim o fígado a se recompor. Os sintomas são os mesmos que recuperar um drogado que estiver ministrando doses cada vez menores de uma determinada droga. A cerveja tem uma vantagem interessante que ajuda a estimular o funcionamento dos rins, o que poderá acelerar a expulsão de resíduos tóxicos através da urina. Tudo isto irá depender das reações individuais, existe quem não suporte o cheio de álcool por um tempo.

Seguindo estas dicas certamente você irá viver melhor, e ter uma resposta melhor quanto a bebidas e também o seu bem estar, lembre-se que tudo o que é feito em demasia poderá gerar problemas, por isto tenha sempre limites antes de beber.

Imagem de Amostra do You Tube

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>