Prevenção a Infecções Hospitalares

Prevenção a Infecções Hospitalares – Conheça a Comissão De Controle

A prevenção de infecções hospitalares é essencial para proteger os pacientes de potenciais epidemias surgidas nos centros médicos. Existem diversos métodos, inclusive antes da admissão do paciente ao centro médico, para evitar a proliferação infecciosa. Entretanto, nem sempre estas técnicas são efetivas, e eventualmente um enfermo acaba contraindo uma infecção, que se não controlar, acarreta em riscos para todos os residentes do hospital.

Higiene

Higiene

Um dos motivos que aumentam os riscos de infecções hospitalares são os próprios tratamentos dados aos pacientes, pois a maioria dos processos de reabilitação do paciente é invasivo, isto é, ultrapassa as linhas de defesa do organismo contra agentes externos como bactérias e fungos, os principais causadores das infecções hospitalares. Com o avanço da tecnologia hospitalar, o número de chances de uma recuperação sem sequelas para os usuários aumentou exponencialmente, com a desvantagem de haver maior penetração nas linhas de defesa do organismo para que tais procedimentos sejam aplicados.

Para evitar as infecções hospitalares, geralmente são criadas comissões de controle de infecções hospitalares, com o propósito de averiguar as seguintes tarefas: detectar os casos de infecção dentro de um hospital, seguindo os diagnósticos prévios; fazer uma análise profunda dos casos diagnosticados, para definir se os mesmos estão acima ou abaixo dos padrões estabelecidos; estabelecer junto com a equipe médica do hospital métodos assépticos, ou seja, que impeçam a penetração de microrganismos no corpo dos infectados, diminuindo os casos; ajudar no treinamento de todos os profissionais de saúde quanto à prevenção de infecções hospitalares; controlar a prescrição e uso de antibióticos dentro das instalações médicas, para evitar usos excessivos dos medicamentos; ajudar no isolamento de pacientes hospitalizados com relação aos pacientes com doenças transmissíveis pela infecção; e por fim, oferecer apoio técnico ao hospital avaliado na busca por materiais e equipamentos de modo que o risco de infecções diminua. Por determinação do ministério da saúde, todo hospital deve possuir uma comissão para prevenção de infecções hospitalares.

Prevencao a Infeccao Hospitalar

Prevencao a Infeccao Hospitalar

Todas as equipes de uma comissão de controle de infecções hospitalares devem possuir um médico e uma enfermeira entre seus membros. Isto é uma obrigatoriedade requerida pelo ministério da saúde, para que as fiscalizações sejam realizadas com veemência. Além destes, todos os demais membros da comissão devem possuir ensino superior, e atuar em pelo menos uma das seguintes áreas: farmacêutica, epidemiologia, e medicina nas áreas cirúrgica, clínica e obstétrica. Por fim, um membro da administração do hospital deve completar a comissão, para que possa aplicar todas as alterações decididas pelo grupo.

Maos

Maos

Se a comissão de controle trabalhar efetivamente e as mudanças forem devidamente aplicadas, os riscos de infecções hospitalares podem chegar a níveis baixíssimos, beirando a zero, o que pode acontecer uma vez que a tecnologia de hoje pode oferecer estes dados com precisão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>