Doenças Relacionadas às Baixas Temperaturas

Frio no Inverno

Doenças Relacionadas às Baixas Temperaturas

Doenças Relacionadas às Baixas Temperaturas

Com a chegada do inverno, onde a temperatura começa a baixar, muitos adultos e principalmente crianças, correm o risco de contrairem algumas doenças como dermatites, gripes e resfriados, conjuntivites, por exemplo, devido ao confinamento das pessoas por causa do frio da estação climática, além da pouca umidade do ar. Segundo especialistas,o aparelho respiratório dos Bebês, ainda está em desenvolvimento, além deles não possuírem ainda uma proteção ideal da epiderme, tornando-os mais vulneráveis às enfermidades.

Diferenças entre Resfriados e Gripes

Segundo pneumologistas, quando a temperatura baixa e as pessoas ficam próximas umas das outras, essa aglomeração contribui para a disseminação do vírus da gripe com mais facilidade, sendo essa a principal razão para que essas doenças atinjam um número maior de indivíduos nessa época do ano. Apesar dos resfriados e gripes serem enfermidades parecidas, o primeiro é menos agressivo e invasivo, se concentrando mais no nariz e garganta, trazendo vários incômodos, como corizas, por exemplo.

Já a gripe pode ocasionar dores de cabeça e musculares, tosse, febre alta em adulto, e em crianças pode ocrrer também vômitos e diarréias, podendo causar mais problemas ainda com infecções por bactérias como a pneumonia e a sinusite. Para preveni-la, os médicos aconselham a vacinação contra a gripe comum e a H1N1, além disso, cuidados higiênicos e não ter contato com pessoas gripadas também contribuem para a prevenção.

Asma

Sintomas

Sintomas

Mesmo sendo uma doença crônica, a asma pode se desenvolver no inverno, por causa do ar mais frio e seco. Os principais sintomas são: Catarro, falta de ar e crises de tosse. Segundo os especialistas, os pais devem adotar medidas preventivas para seus filhos nessa época, como vacinação contra a gripe, além de manter a umidade do ar adequada no ambiente domiciliar. Caso essas medidas não surtam efeito, é aconselhável levá-las ao hospital em caso de urgência, no entanto é importante o acompanhamento regular de um pneumologista

Problemas na Epiderme

Ressecamento e até coceiras, que antes nao existiam, podem aparecer durante o inverno. Segundo alguns especialistas, devido ao ar seco e a temperatura mais baixa, as pessoas costumam tomar banhos quentes, que contribuem para piorar ainda mais o problema. Quando o ressecamento é no couro cabeludo, ocorre uma descamação, aparecendo a caspa que acomete mais os adultos. Deve-se evitar água muito quente ao se tomar banho, bem como o uso de secadores de cabelo, além da pele ser mantida sempre hidratada com cremes neutros.

Conjuntivite

Comum

Comum

A conjuntivite alérgica é bastante comum no inverno, segundo especialistas, sendo ocasionada pela poluição e pelo ácaro presente em casacos de lã ou em ambientes fechados. Os sintomas da doença são: Sensibilidade à luz, secreção, irritação, coceira e pálpebra inchada. O ideal é sempre procurar um médico para fazer o diagnóstico correto e começar um tratamento específico para cada caso que acometer o indivíduo

Salete Dias

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>