Possíveis Complicações da Diálise Peritoneal

Infecção no Peritônio

Um dos principais problemas que sofrem portadores de insuficiência renal crônica que se submetem a diálise peritoneal, é a possibilidade de ocorrer uma peritonite, que é uma infecção no peritônio que, em muitos casos, se inicia na abertura pela qual o cateter que foi introduzido sai do corpo do paciente.

Essa infecção inicial deve ser tratada imediatamente e de forma eficiente, sob pena de se espalhar e atingir o peritônio, causando a peritonite. Uma outra forma da pessoa adquirir a infecção é no momento de fazer a conexão e a retirada do catéter, que fica nas bolsas com solução de diálise.

possiveis complicacoes na dialise peritoneal-1

Infecção no Peritônio

Os principais sintomas da peritonite podem ser observados como a alteração da cor do líquido que foi drenado, que fica espesso e turvo, quando deveria ser fluido e claro.

As manifestações clínicas no paciente são a sensação de mal-estar, febre, dor abdominal, redução do apetite, vômitos e enjoos.

Sugestão de Especialistas para Evitar a Infecção no Peritônio

Segundo os profissionais especializados em hemodiálise, o procedimento de diálise peritoneal deve ser seguido com o máximo de cuidado possível e, se forem detectados inchaço ou vermelhidão em volta do catéter, o paciente deve comunicar imediatamente ao médico que o acompanha.

possiveis complicacoes na dialise peritoneal-2

Sugestão de Especialistas para Evitar a Infecção no Peritônio

A solução de diálise que foi drenada deve ser examinada atentamente para verificar como está seu aspecto (que deve ser fluido e claro). Se houver qualquer sinal de alteração ou algum sintoma clínico, o paciente não deve tentar se tratar sozinho, pois a infecção pode se agravar rapidamente.

Portanto, ao menor sintoma de peritonite, o paciente deve procurar um atendimento de um profissional especializado o mais rápido possível.

Outra complicação que pode ser causada pela diálise peritoneal é quando fica difícil drenar ou introduzir o líquido no abdômen, que pode ocorrer se o catéter entupir. O profissionais orientam que, nesse caso, o paciente não tente desentupir o catéter sozinho ou com a ajuda de pessoas leigas. Pelo contrário, o paciente que tiver esse problema deve procurar imediatamente o centro de diálise onde é feito seu acompanhamento, para que os médicos evitem complicações mais sérias.

Uma recomendação válida é que a pessoa nunca deve deixar de comparecer ao hospital onde faz seu tratamento, nem tampouco deixar de trocar as bolsas na diálise peritoneal, pois todo dia novas substâncias tóxicas são acumuladas no organismo da pessoa, e devem ser eliminadas para que o paciente possa ter uma boa qualidade de vida.

Vantagens e Desvantagens dos Tipos de Diálise Peritoneal

Os especialistas informam que cada um dos três tipos de diálise peritoneal apresentam vantagens e desvantagens, vejamos quais:

Na diálise peritoneal ambulatorial contínua, o paciente pode fazer o tratamento sozinho e não precisa de uma máquina de hemodiálise, e a desvantagem seria uma alteração na rotina da pessoa;

possiveis complicacoes na dialise peritoneal-3

Vantagens e Desvantagens dos Tipos de Diálise Peritoneal

Na diálise peritoneal cíclica contínua, o paciente faz a diálise enquanto dorme, porém, a pessoa necessita de uma máquina e outra pessoa para ajudá-la;

Na diálise peritoneal intermitente, os enfermeiros normalmente fazem o procedimento, porém, o paciente precisa ir até o hospital e necessita de maior tempo disponível.
Salete Dias

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>