Memória de Elefante

Com o maior cérebro do reino animal entre os mamíferos com quase cinco quilos de massa encefálica num animal adulto, é considerado um dos animais mais inteligentes da fauna terrestre, baseado em estudos realizados por décadas por zootecnistas europeus.
A teoria de que os elefantes possuem uma memória mais potente que a dos outros animais não é reconhecida devido ao fato dos cientistas não conseguirem medir a total capacidade, mas os atos não deixam de reforçar que a teoria não é de toda errada.

Cerebro

Demonstração de memória

Com certeza você já deve ter visto a exibição de elefantes em espetáculos de circo e pode comprovar toda a imponência com que este animal se mostra diante das pessoas. Sabemos que o espetáculo começa com o animal preso através de uma corrente que fica amarrada numa estaca no chão, mas porque um animal que tem a força para arrancar uma árvore com a tromba não arranca um pequeno pontalete de madeira?
Isso se explica pelo fato de ele ser amarrado desde sua infância e por mais que seja forte e que se esforce para se soltar, jamais conseguirá devido ao seu pequeno porte. Aí, o elefante manifesta sua memória, pois resigna-se à sua incapacidade de se soltar da corrente e da estaca e guarda isso para sua vida inteira, não tentando nunca mais se livrar dessa incapacidade. Lembre-se que estamos falando da admirável capacidade de memória do elefante, não de seu raciocínio.
Interessantemente o elefante ensina uma lição ao ser humano agindo dessa maneira. Há pessoa que desistem de sonhos e projetos por terem fracassado em algum ponto de sua vida, se esquecendo de que o ser humano também cresce e deve aprender e se fortalecer com seus erros, para que não aconteçam mais.

Olfato

Outro traço característico dos elefantes é a área olfativa do elefante, que é muito mais desenvolvida do que os outros sentidos, fazendo com que os elefantes consigam distinguir o cheiro da urina de até trinta elefantas parentes mesmo que não vejam estas há alguns anos. Esse sentido é muito útil para manter a união dos animais durante suas peregrinações, sendo um guia para que não se percam durante o trajeto.

Desenvolvido

Memórias do Passado

Enquanto gerencia muitas funções utilizadas para desenvolver e manter a sobrevivência, os elefantes também guardam memórias do seu passado. É comovente perceber como esses animais sofrem quando perdem um parente, e se manifestam com carinho através do passar da tromba ou de uma leve passar da pata sobre o corpo do parente.
O modelo de memória do elefante é muito similar ao nosso, pois o elefante guarda informações vitais como seus locais de alimentação e os parentes próximos, assim como descarta ao longo do tempo informações que não sejam de vitalidade para ele, como o que fazemos durante a nossa vida.

Familia

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Notícias

Artigos Relacionados


Artigos populares

Comentários

  • cade os outros sentidos?????

    sarah e julia 23 de abril de 2011 16:52
  • Deus é bom

    sarah e julia 23 de abril de 2011 17:02

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *