Íngua no Pescoço

Íngua é o nome popular que se dá aos linfonodos cervicais. São pequenos nódulos, ou bolas, que aparecem em várias partes no corpo. É comum que algumas pessoas sofram com o aparecimento frequente dessas bolas no pescoço, principalmente acompanhadas de uma gripe forte ou de uma inflamação na garganta.

Por mais que não sejam raros os casos de pacientes com ínguas no pescoço que aparecem nos consultórios médicos, às vezes o problema pode ser maior que se imagina, podendo gerar até câncer. No geral, representam apenas uma resposta do organismo a alguma infecção, o que é bom, pois mostra que os anticorpos da pessoa cumprem sua função.

Ingua

No caso das ínguas inflamatórias, a melhor e mais fácil maneira de curar o problema é combatendo a infecção com os antibióticos necessários. Além das ínguas causadas devido ao combate do organismo ás infecções, existem mais dois tipos de linfonodos cervicais. O grupo das ínguas desenvolvidas por malformação congênita, que é mais raro, para ser eliminado é necessário um procedimento cirúrgico.

O profissional que faz a cirurgia deve ser familiarizado com à região cervical e a sua anatomia. Um terceiro e último grupo de ínguas é o de origem tumoral, que atinge órgãos da cabeça e do pescoço. Esse último tipo de linfonodo cervical pode causar metástase. Os órgãos do pescoço que podem ser atingidos são a laringe, faringe e tireoide. Na boca, a língua e as glândulas salivares são passíveis de câncer devido às ínguas.

O tratamento geralmente tem que ser cirúrgico e deve ser feito por um médico especialista nesse tipo de procedimento e extremamente conhecedor da anatomia de toda a região da cabeça e pescoço. Deve haver também um planejamento especial feito pelo cirurgião para o procedimento a ser realizado em cada paciente.

Tratamento

Em caso de aparecimento de alguma íngua no pescoço deve-se procurar imediatamente um otorrinolaringologista para realizar os exames completos na região. Geralmente, a causa é detectada nos primeiros exames, evitando a necessidade de uma biópsia. Em alguns casos, quando esse procedimento é necessário, a retirada do nódulo deve ser feita na mesma cirurgia, caso se confirme a hipótese de tumor.

As biópsias devem ser realizadas apenas em hospitais e com acompanhamento de um médico patologista, para avaliar o resultado e fazer seu diagnóstico. Não se deve, em ocasião alguma, desprezar uma íngua no pescoço. Quem não quiser correr para um otorrinolaringologista pode perguntar para o médico geral de confiança se ele consegue diagnosticar e tratar o problema. Caso contrário, realmente deve-se procurar um especialista. Há médicos que podem querer fazer uma biópsia logo que observarem o nódulo.

Tratar

É sempre bom ouvir uma segunda opinião antes de realizar qualquer cirurgia, por mais que seja apenas exploratória. Ínguas no pescoço de crianças são mais comuns. Caso não desapareçam algumas semanas após a cura da infecção, é melhor correr para o hospital.

3 comentários

  1. Sempre que surgirem ínguas, devemos procurar um médico? Pode ser indício de alguma doença? Obrigado

  2. ola estou com umas inguas no ja esta me encomodando começou no lado direito agora esta no esquerdo tambem oque devo fazer ja estou com medo

  3. SOBRE ESSA DOENÇAS A PESSOA TEM QUE SE CUIDAR BEM DE NÓS MESMO NÃO FIQUI COM MEDO POR QUE DEUS ESTÁ COM VOCê.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>