Úlcera Duodenal – Tratamento Natural

O Que é Úlcera Duodenal?

A úlcera duodenal consiste na erosão da mucosa que cobre o interior do duodeno produzida pela ação corrosiva do suco gástrico. Trata-se de uma doença crônica que, embora cicatrize em poucas semanas, pode voltar a formar-se vezes sem conta. Ela é causada pelo sucos gástricos quando esses passam a chegar em quantidades exageradas no duodeno, em condições normais, a quantidade de suco gástrico que chega misturada aos alimentos não causa mal algum. Se há um aumento da produção de suco gástrico, esse irá corroer a parede do duodeno, causando então essas erosões.

As causas principais dessa produção em exagero são o stress, tabagismo e o consumo irregular e exagerado de medicamentos, como aspirina e anti-inflamatórios, porém há casos também onde esses fatores não estão presente, sendo reações do organismo de cada indivíduo.

O sintoma principal é uma dor abdominal, uma sensação de uma queimação ou algo corroendo o estômago, geralmente na parte superior do abdômen (na “boca do estômago”). As dores costumam ocorrer mais duas ou três horas após uma refeição, e entre as onze horas da noite e duas da madrugada, pois é quando o Ph do duodeno se encontra baixo. Geralmente a dor se alivia após a ingestão de alimentos, ou após o consumo de uma substância alcalina. Entre outros sintomas estão náuseas e ocasionalmente vômitos além de regurgitações ácidas.

Após a manifestação desses sintomas, há períodos livres de dores, eles podem ocorrer duas vezes ao ano em alguns casos, outros já ocorrem de duas em duas semanas com alguns meses de duração. Em alguns casos após cinco anos os sintomas se tornam menos frequentes ou param de aparecer. É o que ocorre na maioria dos casos, pois é danificado apenas a superfície da parede do duodeno, que consegue cicatrizar sozinha, porém há a possibilidade de algumas complicações, se a erosão for extrema, pode perfurar a parede do duodeno e atingir a corrente sanguínea, causando pequenas hemorragias internas, que podem levar a um quadro de anemia. Se a hemorragia for abundante, pode ocorrer vômitos com sangue ou fezes negras, por haver sangue nelas. Se o quadro for muito mais grave ele pode perfurar toda a parede do duodeno, dessa forma fazendo com que o conteúdo intestinal passe para cavidade abdominal, causando uma inflamação, a dor nesse caso é descrita como parecida a uma apunhalada, e se não tratado rapidamente pode levar a grandes complicações e até a morte.

Dor na Barriga Causada Pela Úlcera Duodenal

Dor na Barriga Causada Pela Úlcera Duodenal

Tratamento Caseiro

Para tratar deve-se manter o máximo de repouso possível, evitar qualquer situações de stress, assim como não consumir álcool ou tabaco. Também é recomendado comer em pequena quantidade, porém frequentemente.

Para não piorar a situação é recomendado evitar alimentos como queijos fortes, carnes gordurosas, ovo frito, pães frescos, biscoitos recheados, cereais integrais, legumes cozidos com muita gordura, bacon, verduras como couve, repolho, couve-flor, cebola, pimentão, alcachofra, frutas acidas, frutas cristalizadas, frutas não maduras, café, chá, guaraná, chocolate, refrigerantes, bebidas alcoólicas, manteiga, creme de leite, mel, bolos, salgados, caldos, frituras, molhos picantes, sorvete.

E deve- se intensificar o consumo de alimentos lácteos em geral, principalmente o leite, peixe e ovos cozidos, carne sempre grelhada com pouca gordura, legumes, macarrão, hortaliças e verduras, frutas bem maduras, frutas em compota, aumentar o consumo de água, azeite de oliva, óleo de girassol, de milho.

Remédios caseiro e naturais para curar a úlcera:

  • Misture duas claras de ovo batidas com duas colheres de sopa de azeite de oliva e consumir durante o dia.
  • Beber suco de salsão, cerca de cinco copos ao dia.
  • Levar uma banana verde ao forno e consumir durante o dia.
  • Consumir farelo de trigo durante suas refeições.
  • Descascar e cortar duas cenouras, leva-las ao liquidificador e bater com uma folha de repolho branco e um copo d’água, coe e beba entre suas refeições.
  • Uma batata descascada e cortada, três tomates sem semente batidos no liquidificador juntamente com um copo de água, consumindo duas vezes ao dia.
  • Meia berinjela batida com uma pitada de sal e uma colher de algas marinhas, juntamente com meio copo de água, consumir durante o dia.
  • Uma xícara de água com uma colher de sopa de erva-cidreira e uma de camomila, por cinco minutos, tome toda noite depois do jantar.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Doenças

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *