Causas do Inchaço Nas Pernas

O inchaço nas pernas ou senti-las dessa forma pode ser o sinal de vários problemas de saúde. Porém, o mais comum deles, que provoca esse sintoma é a retenção de líquido. Quando isso acontece, significa que houve um acúmulo além do normal de água entre as células.  Segundo os endocrinologistas, a retenção de líquido, um dos problemas que pode causar inchaço nas pernas, pode ser ainda pior quando está muito quente. A explicação é simples, porque com o calor a tendência a vaso dilatação é muito maior.

Saiba Mais

Saiba Mais

Uma das principais causas do inchaço nas pernas é a retenção de líquido, como já foi falado, agora, essa retenção é consequência de outro problema, na verdade, pode ser de vários, como por exemplo: problemas do coração, dos rins, problemas relacionados à tireoide e até mesmo de origem ao tipo de alimentação que está sendo consumida. Os endocrinologistas ainda destacam outra doença muito comum que provoca a retenção do líquido nas mulheres, durante o período que precede a menstruação.

Ainda falando da retenção de líquidos que pode provocar o inchaço nas pernas, ela pode se apresentar de diferentes maneiras, em uma parte só do corpo ou nele inteiro. Nota-se uma alteração, bem visível, que inicia nos pés, mas pode se espalhar pelo corpo todo. Normalmente, esse edema visível inicia nos membros inferiores, quando sentimos cansaço nas pernas, sensação de dor e nos casos mais graves, a pele ganha um aspecto diferente e o inchaço fica muito visível.

Diagnóstico e Tratamento No Caso de Inchaço Na Perna

Normalmente, os médicos pedem vários exames para identifica o que levou o inchaço na perna. Ele poderá pedir exames para controlar as taxas de hormônio, também pode pedir  exames cardiológicos, se a retenção estiver localizada somente nas pernas ele pedirá exame das veias. Quando esses exames, normalmente, os que foram pedidos inicialmente não detectam o problema, todos tiverem o resultado negativo, ele parte para avaliação do tempo em que iniciou o inchaço. Neste caso, o médico parte para a suspeita do inchaço na perna ser a consequência de uma dieta com muito sódio e também não descarta o problema no período pré-menstrual.

Como as mulheres são afetadas com o inchaço na perna consequência da retenção de líquido  no período pré-menstrual, uma variação das taxas de hormônio, a incidência do problema é maior no sexo feminino. E falando em faixa etária que o problema aparece com maior frequência, segundo os endocrinologistas é entre 25 a 30 anos. Ao problema de período pré-menstrual, ainda pode-se somar doenças ligadas á incompetência vascular, que piora ainda mais o estado de saúde do paciente.

Falando de tratamento, ele varia de acordo com o problema que o causou, que como você viu anteriormente, podem ser vários. Primeiro é necessário diagnosticar o que provocou a retenção de líquido que levou ao inchaço da perna. E mais, a avaliação, em seguida, deverá ser feita e os cuidados deverão ser tomados pelo médico especialista, quando o problema tem a ver com os rins, renal, o coração, cardiológico e hormonal, endocrinologista. Quando se trata da consequência de má alimentação e problemas derivados da menstruação, porque houve diminuição do sódio. Neste caso, se avalia qual a gravidade do problema e o tratamento deverá ser feito de acordo com isso, usando remédios fitoterápicos e em outros casos, são receitados remédios diuréticos. Mas, neste caso, a diminuição do consumo de sal já ajuda a diminuir o inchaço e o líquido.

Ainda falando da alimentação como responsável pelo inchaço da perna, uma vez que provoca a retenção de líquido em consequência da diminuição de sódio, não é só a suspensão do sal que resolve o problema. Além do condimento é necessário cortar alguns alimentos, que também ajudam a reter líquido, como os refrigerantes e os alimentos em conserva. Outra coisa que os endocrinologistas ensinam para combater o incômodo provocado pelo inchaço é a prática de exercícios que ajudem no fortalecimento do bombeamento de sangue. E claro, manter uma dieta saudável e evitar o ganho de peso desnecessário.

Em resumo, anote os outros possíveis fatores que podem fazer com que as suas pernas fiquem inchadas:

1- O inchaço das pernas pode ser provocado por problemas hepáticos, cardíacos e renais.

2- A doença chamada tireoide também provoca um tipo bem específico de edema, o inchaço nas pernas.

3- Alguns medicamentos também podem acabar provocando o problema, como os chamados de anti-hipertensivos, porque eles alteram a permeabilidade dos vasos sanguíneos.

4- Alguns tipos de reações inflamatórias, causadas pelos mais diversos fatores, como as reações alérgicas também podem alterar a capacidade que os vasos sanguíneos têm de estarem fortes contra o extravasamento do líquido a fim de evitar o problema de retenção.

5- Em alguns casos, pode ser um inchaço na perna de circulação regional não suficiente, ele atinge exatamente o mesmo lugar.

Vejas as principais dicas dos especialistas quando se observa que as pernas estão inchadas! O que fazer, anote:

Você deverá procurar um médico nos seguintes casos:

  • – Caso você observe que os seus pés estão tão inchados que dá para sentir as meias apertadas e os sapatos no fim do dia.
  • – Se você levantar de manhã e notar o seu rosto inchado ou somente as pálpebras inchadas também deve procurar um médico.
  • – Observe também se você sofreu um inchaço assimétrico, por exemplo, uma perna só ou um braço só, mesmo que seja um inchaço bem leve, quase não visível. Neste caso, pode se tratar de um sinal de trombose.
  • – Quando o inchaço aparecer imediatamente depois que você começou a tomar um novo medicamento. Leia a bula e verifique se o inchaço não é uma reação alérgica ou um efeito colateral provocado pelo remédio. Para de tomar imediatamente e consulte o médico que o receitou.

Lembre-se que inchaço nas pernas é coisa séria e a melhor maneira de localizar o problema e eliminá-lo é indo ao médico o quanto antes. Não use nenhum medicamento por conta própria ou ouvindo o conselho de quem já sofreu com problema semelhante. Como você pode observar pode ser um sintoma de uma série de diferentes problemas, muitos deles, sérios e que devem ser cuidados por um especialista.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Dicas

Artigos Relacionados


Artigos populares

Comentários

  • Gostei muito da matéria e das dicas de prevenção ,também encontrei excelentes sugestões na Kenko Patto com os seus produtos terapêuticos. Kenko Patto http://kenkotop.com.br

    guilherme 17 de janeiro de 2014 13:26

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *