Fígado Especialista

Em alguns casos, quando não somos direcionados por um clínico geral, ficamos na dúvida de que especialista procurar para resolver algum tipo de saúde. Isso comum quando o assunto é fígado. Um gastroenterologista, um hepatologista ou um infectologista, seriam três opções para tratar de assuntos relacionados ao fígado.

No caso da hepatite, vários especialistas conseguiriam detectar a doença no fígado, até mesmo, o clínico geral. Porém, o paciente deverá ser encaminhado para um especialista e neste caso, apesar do hepatologista ser o mais indicado, o gastroenterologista também poderia dar o tratamento adequado.

A Diferença Entre os Especialistas

O gastroenterologista é um médico com especialização para tratar de doenças relacionadas ao processo digestivo. Problemas que podem ser no estômago, no esôfago, pâncreas, intestinos, bexiga e fígado. Por isso, eles são capazes de identificar e tratar doenças hepáticas. Porém, para isso, ele deverá ser um médico com uma grande experiência.

Já o hepatologista é especializado como principal atividade em doenças hepáticas. Ele passa durante o estudo por um treinamento intensivo para tratar as doenças que afetam o fígado, incluindo o estudo de todas as doenças que afetam o órgão.

Também podemos falar com um especialista em doenças infecciosas , que estudou para lidar com todos os tipos de problemas com essa principal característica. Por isso, eles podem cuidar de pessoas que tenham problemas de fígado que sejam decorrentes de infecções virais, como é o caso da hepatite B e C. Porém, não dá para tratar de qualquer caso de hepatite, assim como acontece com um gastroenterologista.

Tratamento de Doenças do Fígado

Hepatite e cirrose são só alguns exemplos de doenças que podem afetar o fígado e uma das primeiras coisas a se fazer para controlá-las é fazer repouso total. Usar os medicamentos que o médico irá prescrever, além de seguir uma dieta também orientada por um nutricionista. Em alguns casos, poderá ser necessário a prática de atividades físicas, fisioterapia ou até mesmo cirurgia.

O tratamento de doenças do fígado, na sua maioria, pode ser feito em casa. Algumas vezes, o paciente precisa ficar no hospital para receber remédios pela veia ou ser hidratado com soro.

Imagem de Amostra do You Tube

As Recomendações do Tratamento Para Doenças do Fígado

Durante o tratamento de qualquer doença que tenha atacado o fígado é necessário não beber nada com álcool, não consumir drogas e nem tomar nenhum tipo de medicamento sem o conhecimento do médico. Em alguns casos, o tratamento é permanente, isto é, não tem início, meio e fim, o paciente deverá tomar os remédios para o resto da vida.

No caso do câncer do fígado, uma das principais doenças que podem atingir o órgão, além de medicamentos, o paciente poderá ter que passar por radioterapia ou quimioterapia. Há casos que a única solução de salvar o paciente é fazendo um transplante, principalmente, quando o fígado é afetado ou por cirrose hepática ou por câncer. Nestes casos, o doente fica com o fígado sem funcionar, por isso, a necessidade de fazer um transplante.

Os sintomas mais comuns de quem está com problema no fígado são dores no lado direito do abdômen, inchaço da barriga, olhos amarelados, cor da pele amarelada, fezes amarelada, branca, cinzenta ou negra. Caso a pessoa identifique um ou mais desses sintomas deve marcar uma consulta com o gastroenterologista e descobrir qual tipo de doença atingiu o seu fígado, para iniciar um tratamento adequado.

Imagem de Amostra do You Tube

Alimentos Adequados Para Quem Está Com Problemas no Fígado

Toda doença hepática deve ser tratada o quanto antes, isso ajuda a acelerar a regeneração das células do órgão. Até porque, mesmo doente, o fígado tem que continuar exercendo a função, que é aquela de transformar os alimentos em energia e também desintoxicar o organismo.

Com o fígado debilitado, o paciente precisa comer alimentos que exijam menos do órgão e sejam de fácil digestão. A seguir, alguns exemplos desse tipo de alimentação:

  • Frango cozido, mas sem a pele
  • Saladas das mais variadas, de preferência de folhas
  • Peixe grelhado
  • Frutas sem casca e de preferência cozidas
  • Gelatina qualquer sabor
  • Arroz branco
  • Verduras e legumes, as folhas na cor verde-escura são as melhores
  • A água é essencial para quem está com problema de fígado, pelo menos 2 litros por dia.

Se tem os alimentos que são favoráveis ao fígado é necessário saber que outros devem ser evitados, veja quais são: refrigerantes, alimentos com muita gordura, frituras, café, condimentos, doces, ovos fritos, carnes vermelhas, embutidos, enlatados e enchidos. Obviamente, não tomar nenhuma bebida alcoólica, pois elas prejudicam ainda mais as células hepáticas.

Doenças do Fígado: Tratamentos Naturais

Alguns tratamentos para doenças dos fígado podem ser naturais, isto é, aqueles que são feitos utilizando cápsulas de cardo-mariano. Esse tipo de “medicamento” é vendido em lojas especializadas em produtos naturais. Mesmo se tratando de remédios naturais, eles devem ser consumidos somente sob recomendação do médico.

Além disso, o paciente também pode usar chá de cardo-mariano, perfeito pelas propriedades que são: depurativas, anti-inflamatórias, adstringentes e facilitadores de digestão. Todas essas características ajudam a tratar os problemas do fígado, mas atenção, nada disso substitui os remédios prescritos pelo médico.

Imagem de Amostra do You Tube

No caso do chá de cardo-mariano, ele pode ser tomado sem a prescrição médica, obviamente, sem que o medicamento prescrito seja deixado de lado. O chá é simples de fazer, basta acrescentar um colher de sopa de folhas de cardo-mariano em 1 xícara de chá de água fervendo. Deixe por uns 15 minutos e depois beba pelo menos 3 vezes ao dia a mistura.

As doenças do fígado devem ser tratadas obedecendo todas as recomendações do médico, do repouso a medicação, assim como a dieta, somente assim, o paciente conseguirá se curar. Não adianta tomar a medicação e não repousar, por exemplo, comer coisas que fazem mal para o fígado que já está doente e tem mais dificuldade de digestão, também pode ser um outro problema. Todo tratamento deve ser recomendado e orientado pelo médico.

O excesso do consumo de álcool é um dos principais fatores de doenças severas que atingem o fígado. Uma vez diagnosticada a doença, as bebidas devem ser suspensas imediatamente.

9 comentários

  1. BRUNO ALVES MARTINS

    procuro especialista que seja convencionado com SAD PSP..

  2. NOME; RAYMUNDO AVERTANO BARRETO DA ROCHA.

    ESPECIALISTA MEDICO. FIGADO, CORAÇAO, MENTE,ESTOMAGO,DENTISTA, CLINICO GERAL, INTESTINO, OLHOS,
    OUVIDOS, PELI,EMEGENCIA SOCORRO.

    DEUS E BOM,JUSTO E FIEL
    JESUS CRISTO MEDICOS DOS MEDICOS.

    FAZER TUDO CERTO. BEM LEGAL.

    SER BEM TRATADO NOS HOSPITAIS.

    ATENTIMENTO CLINICO.

    PEDIATRA GIUMA COELHO.

    NOME; RAYMUNDO AVERTANO.

  3. Fiz um exame de bilirrubina direta e deu 0,21 (em um valor de referencia de até 0,20). Essa alteração é muito significativa ou nao me devo preocupar muito? Todos os outros exames de sangue do figado deram normais….

  4. Luzinete Rodrigues Zeferino

    Muito bom o comentário, ajudou bastante super brigada

  5. anderson jose da silva

    sou portador de dislipidemia triglicerídica, meus exames estao muito elevado mesmo com dieta e medicaçao, os valores 227, ate o ultimo que fiz 1080, isso ja vem acontecendo ha 6 anos, o que devo fazer? Estou tratando com clinico geral, devo procurar outro medico? qual especialista devo procurar?

  6. Elisangela oliveira

    Tenho cancer de mam az metaste para o figado o q devo fazer…mim ajude!!

  7. Olá…Bom tenho hepatite autoimune ou seja hepatopatia cronica.
    Bom oque quero saber é se o Dr. Raymundo A. Barreto da Rocha
    é coveniado a Unimed oe se ele atende na região de Campinas?

  8. Bom dia eu tenho um cisto no figado,qual o medico especialista no ramo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>